Tchau, Clichê!

Outro dia, eu tava assistindo ao programa da Fernanda Young, onde ela faz várias perguntas pessoais para os convidados, e a bola da vez era Marisa Orth. Dentre muitas perguntas e risadas, a entusiasmada atriz disse uma frase que não saiu da minha cabeça : “- Amar enche muito mais a barriga do que ser amado”.

E isso me fez parar pra pensar, hoje em dia só se fala desse tal de amor não correspondido, ” ninguém me ama ninguém me quer”. Quando no final da história, o que a gente quer é sentir o amor passeando por dentro da gente, não importa por quem e nem o porquê, sentir o amor por si só já te transforma, já te da umas boas doses de endorfina.

É claro que ser amada é delicioso, e tem muito mais vantagens do que só no dia dos namorados, mas no fim do dia a gente acaba sendo egoísta, e quer sentir tudo aqui dentro, mesmo.

As borboletas que a gente cria no estomago, aquele suspiro tão profundo, o brilho que a gente deixa transparecer no  nosso rosto,  te faz se sentir viva, em movimento, isso é o amor. Acho que a gente deveria valorizar mais isso e parar com esse clichê eterno de ” ele não me ama como eu o amo”.  Se ele for uma porta, você vai saber um dia, até lá aproveita esse sentimento  que nos traz tanta coisa gostosa na vida, nos traz coragem. Mesmo que no fundo, seja só pra gente.     

 E aí, Vamos de B??

 

Anúncios

Sobre vamosdeb

Bruna Albrecht, 20 anos e apaixonada por moda, tendências, maquiagem e tudo que se move.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: